Sevilhanas e Flamenco

Descrição de Turmas/níveis

 

Crianças A: todas as crianças com idade compreendida entre os 5 e os 8 anos, com ou sem experiência.

Conteúdos programáticos:

• Introdução ao compasso de ¾ de tangos e rumbas e a sua aplicação numa coreografia;

• Aprendizagem da técnica básica corporal, rotação das mãos e braços bem como a sua aplicação em marcagens simples;

• Noções de transferência de peso do corpo e introdução à técnica de sapateado;

• Aprendizagem das primeira e segunda sevilhanas.

 

Crianças B | Iniciação: Todas as crianças com idade compreendida entre os 9 e os 13 anos, com ou sem experiência.

Adultos | Iniciação: a partir dos 14 anos, com ou sem experiência.

Conteúdos programáticos:

• Introdução ao compasso de ¾ de tangos e rumbas e a sua aplicação numa coreografia;

• Aprendizagem da técnica básica corporal, rotação das mãos e braços bem como a sua aplicação em marcagens simples;

• Noções de transferência de peso do corpo e introdução à técnica de sapateado;

• Introdução às voltas de peito;

• Aprendizagem das primeira e segunda sevilhanas.

 

Crianças B | Intermédio: Todas as crianças com idade compreendida entre os 9 e os 13 anos.

Adultos | Intermédio: a partir dos 14 anos.

Requisitos: experiência mínima de 2 anos e conhecimento das primeira e segunda sevilhanas.

Conteúdos programáticos:

• Introdução de compassos complexos, de 12 tempos (palo: Alegrias de Cádiz) e a sua aplicação em coreografia;

• Marcagens e sapateados complexos;

• Aprendizagem da terceira e quarta sevilhanas;

• Utilização de complementos (leque e/ou mantón).

 

Adultos | Avançado: a partir dos 14 anos.

Requisitos: experiência mínima de 4 anos e conhecimento das 4 sevilhanas bem como da utilização de complementos: leque e/ou mantón. 

Conteúdos programáticos:

• Aprendizagem de outros palos/estilos complexos como: Tarantos, Tientos, Bulerias e Soleás e a sua aplicação em coreografia.

• Domínio de sapateados complexos e dos contratempos;

• Aprendizagem de latiguillos, chaflans e carretillas rápidas;

• Voltas quebradas de frente e de tacão;

• Domínio das sevilhanas e aprendizagem com um dos complementos.